Prevenção de Gripes (H1N1)

In: Notícias sobre Acupuntura

26 abr 2016

CHÁ DE ANIS ESTRELADO (Illicium verun)

PARTES USADAS: Frutos

ORIGEM DO PRODUTO: China ou Vietnã

DESCRIÇÃO:
De gosto similar ao Anis comum (Pimpinella anisum), o anis-estrelado, tradicionalmente designado pelos chineses por Ba Jiao Hui Chian (funcho de 8 pontas), utiliza-se maioritariamente como erva aromática na culinária e na fabricação de bebidas licorosas. Atualmente esta planta tem sido alvo de  interesse econômico e científico, devido a sua utilização como matéria-prima na fabricação do medicamento antiviral, Tamiflu, utilizado no tratamento das gripes Aviária e gripe (H1N1).

INDICAÇÕES: O chá de Anis estrelado é indicado para gripes,  cólicas, enterites, gases, espasmos gastrintestinais,  tosses, bronquite, calmante, expectorante, analgésico para dores lombares  e reumatismo, suave ação vasodilatadora e cardiotônica.

COMO FAZER: Método decocção – coloque em um litro de água 1 colher de sopa de anis estrelado e deixe levantar fervura por aproximadamente 10 minutos, Esperar esfriar e tomar.

COMO BEBER: Tomar 2 a 3 xícaras ao dia, fria ou quente por 7 dias.

INTERAÇÕES: Pacientes que utilizam barbitúricos.

CONTRA-INDICAÇÕES: Pacientes com gastrite e úlceras gástricas.

Comente Aqui!

Sobre o Site

Este site tem o objetivo de divulgar notícias sobre a acupuntura, técnica milenar chinesa voltada para a saúde e bem estar da população e o atendimento de pacientes através do Dr. Márcio Ferreira.

  • Ana Célia: Também tenho neuropatia periférica gostaria de saber se a acumpultura da resultados já tomei var [...]
  • Luiz Antonio Pirovani: Meu filho tem problemas de deficit de atenção; e agora esta aparecendo um sintoma de esquizofrenia [...]
  • Sonia Reis: Gostaria de manter contato com Márcia Versiani , para saber quais fitoterápicos que ela usa! Por f [...]
  • Vitor Costa: Bom dia, Gostaria de saber onde fazer este tratamento de acupuntura em Portugal. Preferência zona [...]
  • Elisangela: Sueli! minha mãe também toma lyrica de 75 mg. Ela tomou a muito tempo o cabamazepina, mas quase mo [...]